Make your own free website on Tripod.com

MODELO DE ATA DA COLIGAÇÃO PARA A ESCOLHA DE UMA CHAPA PARA PREFEITO E VICE-PREFEITO E DE UMA CHAPA PARA VEREADORES

 

           

            A Ata da convenção municipal do Partido Trabalhista Cristão, realizada, em 25 de agosto de 2003, para a escolha do candidato para a escolha das eleições municipais de 1 de outubro de 2004.

           

            Aos 15 dias do mês de agosto de 2003, de 8:00 às 18:00h, no endereço ..................................... nesta cidade de................................., instalou-se a convenção municipal do Partido Trabalhista Cristão, PTC, sob a presidência do Sr.º ................................., para secretariar os trabalhos,  foi lido o edital de convenção publicado no jornal ................................., de  ..../..../..., pagina ......., e/ou afixado no cartório eleitoral em ..../..../.... , ou ainda na Câmara de Vereadores. O senhor presidente disse que a convenção, como esta no edital destina-se a deliberar sobre a coligação e a escolha de candidato deste partido a prefeito e a vice-prefeito e a vereadores, para as eleições de 1 de outubro de 2000. Declarou o senhor presidente que a lista de presença acusava o comparecimento de  ........ convencionais, com direito a ........... votos. Havendo um numero legal para deliberar, não havendo nenhuma proposta de coligação passará a submeter a votos os nomes dos candidatos a prefeito, a vice-prefeito, sendo o voto secreto. Informou que está inscrita uma chapa de candidatos a prefeito e a vice-prefeitos subscrita pela comissão executiva municipal (ou a comissão diretoria provisória) ou por tantos convencionais nos termos anotados nos estatutos deste partido. Informou o sr.º presidente que os candidatos apresentaram os documento exigidos em lei, inclusive a declaração de consentimento. Designou o sr.º presidente os senhores ................ e ..............., para escrutinadores, informando ainda que as cédulas votação estavam na cabine. O senhor secretario precedeu pela lista de presença a chamada para a votação. Encerrada a votação, constatou-se que votaram .......X............... convencionais, coincidindo, as sobrecartas, com o número de votos. Contando os votos, anunciou-se o resultado para prefeito o senhor ................................., com............. votos, e a vice-prefeito, o senhor ...................... , e proclamou candidatos deste partido o senhor ............................... e .............................................. para prefeito e vice-prefeito, respectivamente. Em seguinte o senhor presidente leu o pedido de inscrição dos candidatos a vereadores assinados pela comissão executiva municipal (ou comissão provisória). Em seguida esclarecendo que havia apenas uma única chapa inscrita contendo .......X...... postulantes, e que esta chapa estava dentro dos limites fixados na lei 9.100/96, incluindo os 20% assegurados as mulheres. Ato continuo, passou a ser votação e após a mesma, indicados os mesmos escrutinadores que apuraram a votação da chapa majoritária, passou-se a apuração. O senhor presidente declarou o resultado tendo a única chapa inscrita alcançada ....... votos. Imediatamente passou-se ao sorteio dos números dos candidatos. Ficando os candidatos a vereadores escolhidos com os seus respectivos números da seguinte forma: 1. fulano, n.º00000, 2. ciclano, n.º 00001, etc... Suspensa a sessão para a lavratura da ata, foi reaberta a sessão sendo esta a ata lida, que depois que aprovada, por unanimidade, vai assinada pelo presidente, pelo secretário, pelos convencionais que o desejarem e encerrada. 

es">